ID Fashion 2016 vai mostrar 16 marcas autorais paranaenses

id-fashion

Aberto ao público e com entrada gratuita, evento será no dia 24 de novembro no MON e terá desfiles, exposição e bate-papo com profissionais do ramo

Dezesseis marcas autorais de cinco cidades paranaenses participam da segunda edição do ID Fashion, que ocorre no dia 24 de novembro no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba. A capital do estado conta com o maior número de participantes (11), seguida de Maringá (2), Marialva, Cianorte e Pato Branco (1 cada). O perfil da seleção é bem diversificado, incluindo moda feminina, masculina, unissex, infantil, adolescente, gestante, plus size, comfortwear, lingerie e evangélica (confira o line-up mais abaixo).

O evento é realizado pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) em conjunto com o Sebrae/PR, e já se consolidou como uma grande vitrine da moda paranaense com identidade própria. Os criadores entram em contato direto com o público consumidor, já que o ID Fashion é aberto ao público e gratuito. O tema deste ano é Movimento, e foi inspirado na leveza, na liberdade e na instabilidade que geram mudanças e impulsionam a criação.

As atividades se iniciam às 16 horas, com abertura e credenciamento. Das 16 às 20 horas, acontecem as atividades interativas no Living Lab; das 17 às 18h30, é a vez do ID Talk, bate-papo com profissionais do ramo e formadores de opinião, com o tema “Os Novos Movimentos da Moda”; das 20 às 21h30, as 16 marcas apresentam três looks cada no desfile show (Catwalk). Para encerrar, os alunos do curso de Tecnologia em Design de Moda do Senai-PR assumem a passarela na competição Desafio Passarela Senai, atividade programada este ano para o User Experience.

Confira as marcas participantes da segunda edição do ID Fashion:

Andressa Castro
Criada em 2012 pelas irmãs Andressa e Pércia Castro, a marca feminina de Cianorte (PR) nasceu com baixo investimento e sonhos grandiosos. Com vasta experiência em criação, depois de atuar nas maiores empresas do ramo, Andressa uniu seus conhecimentos aos de sua irmã, que sempre se destacou como excelente vendedora e comunicadora. A grife se inspira no dia a dia para aliar versatilidade, conforto e modernidade no vestir. Com foco no público jovem, teve peças selecionadas para compor o visual de personagens da atual temporada de Malhação (Pro Dia Nascer Feliz), com grande presença nas redes sociais. Participa pela segunda vez do ID Fashion, com uma coleção na qual trabalha com tecidos diferenciados – jacquard, viscose, tweed, chiffon e crepe – e estampas clássicas como o tweed, além da mistura de texturas como animal e floral misturadas. O preto e o cáqui predominam nos tecidos lisos, enquanto o rosa pontua a coleção com delicadeza nas estampas e fundos. Siga a marca no Instagram: @andressacastrooficial.

Artha
Fruto da sociedade entre o publicitário Christopher Nascimento e a estilista Mariana Bassetti – que trabalhou como assistente de criação em três edições do São Paulo Fashion Week –, a Artha foi criada em 2007 e faz moda feminina. Na loja própria da Rua Fernandes de Barros, 1.080 – Hugo Lange, oferece peças casuais para o dia a dia e vestidos de festa para ocasiões especiais, que podem ser customizados. A marca oferece ainda a possibilidade de exclusividade total, com vestidos únicos de festa e noiva feitos sob medida. As peças têm uma pegada vintage e fogem do convencional, aliando conforto a uma boa dose de romantismo e atitude. São leves e descontraídas, com estamparia exclusiva e acabamentos manuais. No ID Fashion, vai mostrar a coleção Sunset Sons – Verão 2017, com peças que incorporam elementos multiculturais e da natureza, com cores inspiradas no pôr do sol refletido no mar (areia, dourado, coral e azul). Informações: www.facebook.com/arthapormarianabassetti.

DTZ Couture
A DTZ Couture vai “jogar em casa” neste ID Fashion. O estilista Daniel Tzaschel se formou em Design de Moda pela Faculdade de Tecnologia do Senai Curitiba – um dos organizadores do evento. Mas a ideia surgiu durante um intercâmbio em Paris, quando Daniel cursava Relações Internacionais. Suas criações seguem uma linha mais contemporânea para a moda festa, com materiais e técnicas inovadoras de modelagem para obter shapes e recortes que valorizem o corpo da mulher. No ID Fashion, a inspiração dos seis looks serão as obras arquitetônicas do japonês Tadao Ando, que em seus projetos promove interações de elementos como luz, perspectiva e intervenções artísticas, fazendo com que ela interaja com o ambiente. As peças são feitas sob medida e vendidas exclusivamente no ateliê, na Rua Hermes Fontes, 364, com hora marcada. Outras informações no site www.danieltzaschel.com.

Elyane Fiuza Luxury Bags
Exclusividade é a palavra de ordem na Elyane Fiuza Luxury Bags. Especializada em bolsas e acessórios em couro para homens e mulheres, tem como diferenciais a personalização e o fato de não haver nem sequer duas peças iguais. Os modelos são clássicos, atemporais, com atenção especial à qualidade da matéria-prima e do acabamento – o que permite a garantia vitalícia. O atendimento é personalizado, e o cliente ainda pode participar da escolha de todos os materiais da sua peça (cor do couro e forro, modelo, metais etc). Esse nível de exclusividade chamou a atenção da Rede Globo, que convidou a marca curitibana a criar modelos para personagens icônicas de suas novelas. A primeira foi a bolsa de melancia da Dona Redonda, personagem de Vera Holtz no remake de Saramandaia. As criações também puderam ser vistas em Geração Brasil, Amor à Vida, Sete Vidas, A Regra do Jogo e atualmente compõem o visual da it girl Fedora Abdala, personagem de Tatá Werneck em Haja Coração. Informações: www.elyanefiuza.com.br.

Feito a Mãe
A marca curitibana de moda infantil estará no ID Fashion pela segunda vez e é conhecida pelas roupas alegres, coloridas e descoladas para meninas de 2 a 10 anos. As peças são desenvolvidas a partir de um processo criativo livre, inspirado nas próprias crianças e em seu universo mágico, e têm a modelagem, as cores e o conforto como principais características. É outra marca adepta do Slow Fashion, com produção em pequena escala, de forma sustentável e com matéria-prima de alta qualidade. Outras informações no site www.feitoamae.com.br.

Garota Chic
Comandada pela estilista curitibana Letícia Birolli, a marca tem 10 anos no mercado e faz roupas para meninas pré-adolescentes, na faixa dos 8 aos 14 anos, e também com numeração especial. A Garota Chic produz ainda modelos mais sociais, como vestidos longos para festa, saia e blusa cropped com aplicações e bordados etc. Os tecidos mais utilizados são renda, tule bordado, neoprene e viscocrepe. As peças da marca podem ser encontradas em lojas próprias no Polloshop Alto da XV e Shopping Palladium. Mais detalhes no site www.garotachic.com.br.

Izabel Angeli
Marca de Marialva para o mercado plus size feminino no estilo boho chique. De 1993 a 2008, era uma linha de produção que prestava serviços para confecções da região, e de 2008 a 2009 atuou na moda infantil. Tendo como público alvo mulheres de 25 a 30 anos de manequim do 42 ao 52, vai trazer ao ID Fashion uma coleção de roupas despojadas com bordados e estampas exclusivas, com cores e elementos da natureza. Os tecidos são chiffon, rendas, viscose e sarja, e a paleta de cores inclui off white, preto, laranja, bege e verde tiffany.

Jacu
Criada em 2014, a irreverente marca curitibana de moda feminina é ousada até no nome – afinal, “jacu” é sinônimo de brega ou cafona, o que também remete a algo regional, da terra. O desejo da marca é levar ao público as referências que nos cercam. A confecção é orientada pela valorização do mercado nacional, e desconsidera de suas referências soluções rápidas e unilaterais, ditadas pelo topo da pirâmide de consumo. Prefere trabalhar na criação completa – da estampa ao acabamento, do computador às mãos das costureiras. É outra marca que participou da primeira edição do ID Fashion. Mais detalhes no site www.jacustore.com.br.

Jhenniffer Breenstup
A marca de Pato Branco (PR) leva o nome da estilista Jhenniffer Breenstup e traz em seu design sofisticação e bom gosto, construídos com todo cuidado para garantir singularidade e luxo. Uma marca jovem, inovadora e eclética, que cria peças que se adaptam a qualquer situação, desde a mais casual até a mais fina. Trabalha com roupas, bolsas e acessórios para o público feminino. É conhecida pelas bolsas que se desmontam, com sistema de troca de partes, que no lugar das costuras tradicionais utiliza sistema de zíperes e mosquetões, e vai participar do ID Fashion pela segunda vez. Mais detalhes no site www.jhennifferbreenstup.com.

Leveza do Ser
Marca curitibana de comfortwear criada pelas irmãs Adília e Angélica Sanches em 2013. Destinada ao público feminino, trabalha com peças casuais e versáteis, adequadas tanto ao trabalho quanto ao lazer. A estilista Angélica Sanches foi diretora-criativa da Drop Sista, linha feminina da Drop Dead, marca curitibana de skatewear de renome nacional. A marca é vendida no showroom próprio, na Rua Coronel Dulcídio, 2.281, casa 2, em Curitiba. Pela segunda vez no ID Fashion, a Leveza do Ser faz uma prévia do Inverno 2017, em que a palavra de ordem será o DNA da marca: conforto. A ideia é levar para as ruas o aconchego das roupas usadas em casa. Saiba mais no site www.levezadoser.com.br.

OpenStudio
Marca curitibana de moda masculina jovem comandada por Rodrigo Sasi, responsável pela direção criativa. A OpenStudio é um estúdio aberto dedicado ao estilo casual cool. O perfil do público é o cosmopolita local, atento às novidades sem perder de vista as raízes. A qualidade da marca rendeu inserções em revistas como VIP, GQ Brasil e China e L’Officiel e a levou a ser usada por celebridades como Chay Suede, Bruno Gagliasso e Marcos Mion. Outra característica é a preocupação com a sustentabilidade: a marca tem investido em um tricot feito com sobras de fios e na malha eco – feita de garrafas pet, mas com caimento igual ao do algodão –, que se decompõe em até três anos quando descartada no meio ambiente. As matérias-primas da minicoleção apresentada no ID Fashion são quase todas naturais, com cores que passam pelo bege, azul celeste, laranja e terracota. Após o desfile, todas as peças estarão disponíveis para compra exclusivamente no site www.openstudio.com.br.

Ovelha Negra
A Ovelha Negra Underwear é uma marca curitibana de lingerie que procura por meio de seu conceito reforçar a autoaceitação e incentivar a liberdade pessoal, empoderando suas clientes e procurando ajudá-las a se amarem, a cada dia, um pouquinho mais. Criada em 2013 pela estilista Maria Eduarda Malucelli, a Ov está há dois anos no mercado produzindo peças para um público vanguarda com recorte diferenciado, material tecnológico e modelagem estruturada, estudada para favorecer o corpo. Saiba mais no site www.ovstore.com.br.

Reptilia
Concebida em 2012 como um projeto de moda autoral da arquiteta Heloisa Strobel, no ano seguinte a Reptilia foi premiada no concurso BtoBe, iniciativa do programa TexBrasil que seleciona os estilistas brasileiros mais promissores para representar a nova moda do país no exterior. A proposta da marca é conciliar design e qualidade com produção ética e sustentável, novidades tecnológicas com técnicas e texturas artesanais. As influências da arquitetura e da construção de elementos também é visível no DNA da marca, reflexo da formação da estilista. Para o ID Fashion, vai trazer modelagens sem gênero e silhuetas sobrepostas, valorizando a geometria e as composições em blocos. Conheça mais no site da marca, www.reptilia.name.

Vale da Seda
Pela segunda vez no ID Fashion, a marca de roupas e acessórios em seda nasceu de um projeto desenvolvido na Incubadora Tecnológica de Maringá (PR) e representou o Paraná duas vezes na loja-conceito montada na São Paulo Fashion Week, a FFWShop – além de ter estado na passarela, numa parceria com Ronaldo Fraga. Este ano, desenvolveu em conjunto com outras cinco marcas paranaenses (Abbici, MUST, NovoLouvre, Scalon e Via Tolentino) uma cápsula de blusas em seda para a feira Who’s Next, de Paris – que estará no Living Lab. O Paraná responde por 92% da produção de casulo de bicho da seda no Brasil – e é a região que mais produz seda no Ocidente. Trabalha em parceria com a empresa O Casulo Feliz, que produz fios de seda de maneira artesanal, e com o designer Enéas Neto, que propõe para o Inverno 2017 produções em alfaiataria, feitas com tecido aveludado 100% seda. Outras informações no site www.valedaseda.com.br.

Veine
Parceria do chef de cozinha Erich Zelazowski com o estilista Robson Dalazen, ex-sócio da marca Jacu, a Veine (“veia”, em francês) foi criada no ano passado e faz moda unissex voltada ao sportwear e ao lifestyle urbano minimalista. Adepta do movimento slow fashion, mira no público AB, urbano, casual, moderno, sem preconceitos, relativamente jovem e com espírito alternativo e vanguardista. No ID Fashion, vai apresentar a coleção de verão chamada Plage Isolée, um “paraíso idílico” onde o caos urbano convive com a natureza de encher os olhos de uma praia tropical. A cartela de cores é alegre, com tons de verde e azul, rosa, nude e amarelo; preto e vermelho fazem o contraste em blocos, listras, gráficos, padronagens e transparências. Tudo isso em tecidos leves como tule, viscose e tricoline, complementados por couro sintético e neoprene sublimado. Mais detalhes no www.facebook.com/veine.exert.chaos.

Via Tolentino
Há quase 16 anos no mercado, a marca maringaense Via Tolentino produz moda para a mulher evangélica e executiva. As peças são modernas, confortáveis e têm estilo agregado à modelagem, além de acabamento de alta qualidade. A empresa também investe em novas tecnologias na produção e facilidade de acesso, com franqueados espalhados por 25 estados mais o Distrito Federal, além de e-commerce pelo portal Via Evangélica www.viatolentino.com.br

A indústria da moda no PR

A indústria têxtil e do vestuário é um setor muito importante na economia do Paraná. Formado predominantemente por indústrias de micro e pequeno porte, é o segundo segmento industrial que mais emprega no estado, com aproximadamente 84 mil trabalhadores. São mais de 5,2 mil empresas no setor de vestuário e mais de 800 no têxtil.

Serviço:
ID Fashion
Quando: 24 de novembro de 2016
Onde: Museu Oscar Niemeyer.
Realização: Fiep (Conselho Setorial da Indústria do Vestuário do Paraná) e Sebrae/PR (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná)
Coordenação Geral: Senai PR
Patrocínio: Senai-PR e Sesi-PR
Sindicatos: Sindialfa, Sindicouro, Sinditêxtil, Sinditêxtil Londrina, Sivale, Sindiwest, Sinveste, Sindivest, Sivepar, Sindvest e Sinvespar.
Produção geral e direção artística: Feito Produções/ Coletivo Tangerina.
Produção de moda: Bubble
levezadoser_foto-jorge-mariano

valedaseda_foto-valterci-santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*